Categories
Artigos

Uma recuperação que não recupera

Nosso contrato com a União é de 1998. Porém, muita coisa mudou desde lá, em especial a nossa INFLAÇÃO. 

HOJE, sabemos que o  índice correto para a variação da inflação é o IPCA. Se ele for adotado desde o início do contrato e retirarmos o juro dessa relação, o recálculo com base nos novos parâmetros (conforme cálculos do Tribunal de Contas do RS) resulta na quitação da dívida em maio/2013. 

A DÍVIDA DO ESTADO ESTÁ PAGA.
E tem mais: em maio/2015, a União já estaria devendo R$ 5,9 bilhões ao RS! Parece que o jogo virou, não é mesmo?

E OS JUROS?? 
Não faz sentido a União cobrar JUROS, pois a relação do governo federal com os estados e municípios, deve ser de PARCERIA  e COLABORAÇÃO! Eles devem ser zerados, nesta revisão de contrato.